domingo, 31 de julho de 2011

Um pouco de mim

Não tenho coração e não sei amar. 
Falo do amor que nunca senti. 
 Minto que sei, mas nada sei. 
Minha relação com um papel é de muita afinidade. 
 Sou pequena e menina, mas dentro de mim há uma grande mulher. 
Amo doces, sou como uma formiga. 
Protejo aqueles que estão perto, e os de longe também. 
Sou guerreira, sou paciente. 
Sonho, vivo e luto. 
Procuro e descubro.
Estes pequenos e belos versos são assim,
Para lhes mostrar um pouco de mim.

2 comentários:

adriana gomes! disse...

Luiza, teu blog é muito bonito. Adorei esse texto.. me identifiquei bastante. Besitos o/

, luiza delamare disse...

Obrigada mesmo, fico feliz ao ler tuas palavras :)