domingo, 5 de setembro de 2010

observação

Em nossas vidas, pessoas vêm e vão... Algumas permanecem em nosso lado por muitos anos, enquanto outras estão apenas de passagem. Em 14 anos que vivo neste planeta, acredito que o que eu mais tenha feito é observar os seres humanos. Admito, que o temo, temo a mim mesma, mas realmente os admiro.
Acabei acostumando-me com as tais máscaras, esconderijos e mentiras. Estes meios que muitos usam, para mostrar o que não são, e talvez para provar algo a alguém.
Às vezes, quem você pensa ser feliz, que sempre está bem, pode ser aquele que chega em casa, olha a sua volta e chora, sem entender o por que. Ele apenas é triste, sente um vazio em seu coração. E isso não o impede de ser o chamado "popular", pois nada adianta ter inúmeras pessoas em sua volta, se nenhuma significa realmente para você.
Com tais atitudes, concluo que nós, seres humanos, temos muitas necessidades. Amigos verdadeiros, amor verdadeiro, sucesso!  Todos querem, poucos disponibilizam-se a correr atrás, e muitos, tentam, mas fracassam. Aqueles que conseguiram, não são os que esconderam-se. Foram eles mesmos, sofreram e demonstraram ao mundo. Não importaram-se quando alguém falou que só queriam chamar atenção, ou "fazer drama"; eles seguiram em frente, mesmo com desafios, problemas, barreiras. Jogaram suas máscaras, não as usaram, não fingiram, enquanto necessitavam.

2 comentários:

Anônimo disse...

bá mt tri lu*-* Parabéns, bjj alê

, luiza delamare disse...

obg alê *-* ♥