sexta-feira, 9 de março de 2012

Pior do que sentir dor, é não sentir.

E como última tentativa, busco a própria dor, e nem isso consigo encontrar. A sensação de que cada vez mais meu espírito escapa de meu corpo, atormenta meu sono. Minha consciência perdeu-se em si, meu coração dói, e nem isso consigo entender. A força de vontade fugiu, e a solidão tornou-se a única companheira que desejo. Mas, infelizmente, querer solução é como procurar alguém de branco no meio de um nevoeiro. Nem o medo está presente, pois a falta de "vivência", livrou-se dos sentimentos. E não sentir a dor de uma queda, pode ser pior do que morrer de tanto gritar. Pois, o caminho que aparenta ser mais fácil, nem sempre é o menos confuso.

Um comentário:

FIM disse...

Lindo e real..