terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Um bate-papo com o amor...


- Ei, você aí, olhe para mim, me de atenção! Só lhe peço alguns minutos, por favor...
- Ah, você de novo... Depois de tudo que lhe mostrei, ainda não aprendeu, não?
- Não, há muitas dúvidas, assuntos mal resolvidos, casos em aberto... Não sei o que fazer, há um redemoinho dentro de mim!
- O que foi dessa vez querida?
- Olhe, eu não sei... Diga-me você, como saberei quem é a pessoa certa? Aquele a quem devo entregar meu coração? Será que eu já o encontrei e não percebi?
- Ah minha flor, se você acha que não o encontrou, é porque é isso mesmo... Você saberia se tivesse encontrado, lhe garanto!
- Mas como? O que acontece?
- Ah, é incrível, diferente, e tão simples... Pode ser alguém que você conheça há anos, ou alguém que acabou de conhecer... Mas você vai saber quando chegar a hora! O mundo para, e é como se houvesse apenas dois seres em todo o planeta, em busca dos mesmos ideais. Você deixa de pensar em si, viver para si... Ele torna-se o firmamento, só ele. É insubstituível, sincero, seguro, sereno. É questão de segundos, minutos, horas, dias, meses, anos! Mas acontece, quando menos espera, já está enfeitiçada. E o mais surpreendente, é que por ele você é capaz de tudo, tudo para ser alguém melhor! É uma motivação de vida, um porto seguro. Um olhar, um sorriso, um toque, fazem com que seu corpo queime em chamas, e trema como um terremoto.
- Nossa, agora estou com medo!
- Ah pequena, após conhecer este intenso sentimento, você verá o medo e a insegurança tão presentes... E ao mesmo tempo, distantes, pois alguém estará ao seu lado, eternamente lhe guiando e ajudando a enfrentá-los. É essa a questão, você não estará sozinha. E, convenhamos, não há nada melhor do que alguém para segurar sua mão. 

4 comentários:

Gugu Keller disse...

O amor é, ao mesmo tempo, ausência de gravidade e areia movediça.
GK

Luiza Nogueira Delamare disse...

Tuas palavras me encantaram, realmente!

Rafaela de Andrade disse...

disse tudo, muito lindo (:

Luiza Nogueira Delamare disse...

Obrigada Rafinha!